Coque baixo esticadinho: meu penteado favorito desde sempre agora também é tendência forte!

Não sei dizer quando foi que me apeguei ao coque baixo esticadinho – normalmente com risca no meio, mas com variações de risca lateral ou todo para trás. Acho que uso desde sempre esse “penteado”, entre aspas porque é tão não elaborado que talvez nem mereça ser chamado assim, por ser o casamento perfeito entre praticidade e statement. Lembro de ouvir na adolescência “mas você vai para a festa com esse coquinho de touca?” e eu ia mesmo, com um brinco enorme, bem feliz.

O caso é que, seja por conveniência (nada pode ser mais prático que ele, especialmente em bad hair days), seja por estética (amo o visual polido minimalista que faz o cabelo “sumir” para jogar luz em outros pontos da produção, make, acessórios, roupa), ele é meu aliado em muitos momentos do dia a dia, mas especialmente em ocasiões noturnas, festivas, casamentos… Detalhe importante.

Como sempre aparecia assim “internet afora”, recebia alguns pedidos aqui e ali para ensinar o tal penteado (o que achava engraçado já que não tem muito segredo). O ano era 2013 quando publiquei o primeiro tutorial de coque baixo esticadinho no YouTube (aqui). Naquela época, muita gente não entendeu a proposta do look – a gente vivia um boom dos penteados laterais, com tranças e babyliss brilhando no volume de um lado só, praticamente dominando os tapetes vermelhos. Já os coques da época quase sempre vinham com um voluminho texturizado no topo ou uma franja jogada na testa.

Lá se vão oito anos, eu claro que segui firme e forte adepta do visual – incorporando também a opção molhada com gel, que fica ainda mais esticado e sumido -, mas finalmente não estou mais sozinha. Faz um tempo que o coquinho entrou no rol de penteados coringa no red carpet, e agora tenho reparado por todos os lados do Instagram que ele também virou hit na vida real!

Reforçando a praticidade, o passo a passo consiste em: penteia bem os fios, escolhe a risca e faz ela bem certinha (meio, lado ou todo para trás), prende num rabo baixo, dá uma torcidinha no resto do cabelo para formar o coque e pronto!

A versão com bastante gel, que ensinei nesse tutorial aqui recentemente, fica ainda mais baixinho e firme. Eu adoro! É meu look oficial de festas e casamentos na praia, porque tem tudo a ver com o mood e fica impecável até o fim do evento.

Para inspirar todo mundo a se jogar no estilo, preparamos uma galeria de referências lindíssimas a seguir:

{Fotos: reprodução Instagram}