SOS pés cascudos: temos a solução para um dos maiores problemas de beleza da quarentena

Durante esses muitos meses de pandemia e quarentena, eu e o Dia de Beauté recebemos inúmeros pedidos de ajuda de leitoras e de amigas sobre diversas questões relacionadas a beleza – como fazer a própria unha, a própria sobrancelha, pintar o cabelo… Mas nenhum pedido foi tão inusitada e recorrente quanto: como lidar com pés cascudos. O problema, pelo visto, é real e tem incomodado muita gente.

Eis que outro dia, em (mais) uma discussão sobre pés cascudos em um grupo de amigas no WhatsApp, descubro ter uma amiga phD no assunto. A dica que eu sempre compartilhei com quem pedia era usar a tal meia esfoliante, cuja fórmula com ácidos promove uma esfoliação nos pés (quando usei, achei que meu pé ia cair de tanta pele que soltou, me senti uma cobra trocando de pele e fiquei impressionadíssima com a maciez no fim do processo).

Mas Nani, minha amiga expert, tinha dicas que iam muuuito além, já que a vida toda teve pés muito secos e sempre buscou soluções. Convidei Nani na mesma hora para escrever um texto compartilhando todo o seu conhecimento para ajudar quem também está sofrendo de pés cascudos por aí.

Conta tudo, Nani!

“Sempre sofri com pele seca, mas nada que um pouco de paciência para passar um hidratante toda noite não resolvesse. Meu problema mesmo sempre foi o pé ressecado. Mesmo levando o hidratante do corpo para os pés, eu continuava tendo dificuldade de deixá-los hidratados e evitar as eventuais rachaduras, principalmente quando andava muito ou durante o verão… na praia então, nem se fale!

Depois de muitos anos testando tudo e mais um pouco, encontrei uma rotina que super funciona e consigo manter meus pés hidratados, macios e lisinhos, sem me incomodar de usar rasteirinha ou de tirar o sapato na casa de alguém – então topei o convite da Vic para compartilhar minhas descobertas para ajudar quem se incomoda também!

. Meia esfoliante/hidratante
Entre todos os produtos, esse é de longe o mais efetivo e meu favorito. Essas meias descartáveis são embebidas em um líquido que contém ácido na fórmula e fazem um peeling poderoso nos pés. Você coloca, fica por uma hora e enxágua, e alguns dias depois da aplicação os pés começam a descamar (REAL, pode até ser meio assustador). Depois de alguns dias desse processo você se depara com uma pele renovada, hidratada e livre de qualquer rachadura.

Como a meia é mais agressiva, procuro fazer apenas quando sinto necessidade, geralmente a cada 3/4 meses e SEMPRE antes de uma viagem de verão (geralmente duas semanas antes da viagem). É crucial programar quando você vai usar a meia e pensar que dali a 7-10 dias seu pé vai estar descamando, assim você não corre o risco de ter algum evento ou viagem e estar com o pé ainda descascando (sim, dependendo do sapato, dá para ver). O mais importante, no entanto, é conseguir prologar o efeito incrível da meia esfoliante e para isso uma combinação dos produtos abaixo é essencial.

. Hidratantes específicos pra os pés
Senti que fez muita diferença quando parei de usar hidratante corporal comum e passei para um mais potente, específico para essa região. Me encontrei atualmente com um creme que tem 25% de uréia (versus 5-10% da maioria dos hidratantes corporais). Caprichar no hidratante é a melhor maneira de manter o resultado super efetivo da meia esfoliante por mais tempo, evitando fazer um processo agressivo muito frequentemente.

. Meia de silicone
Também na categoria de manutenção, esse é provavelmente o produto menos conhecido: uma meia de silicone que abraça o pé todo (ou apenas o calcanhar, dependendo do modelo) e potencializa a absorção do hidratante. Procuro dormir com a meia de silicone umas duas vezes por semana. Como sou preguiçosa para cremes de corpo no geral, ter algo que potencializa a ação do hidratante faz toda a diferença.

. Pedra pomes/lixa de metal para calcanhar
Considero essa opção potencialmente mais agressiva que a meia esfoliante, porque com esses instrumentos você tem que impor a força e pode acabar lixando mais do que deve. Tendo esse problema de pé seco, minha vontade às vezes era de usar pedra/lixa até que o pé ficasse lisinho, mas sempre tive medo do efeito rebote e procurava me conter.

Hoje em dia só recorro a esses itens em uma emergência, quando não me planejei para usar a meia esfoliante com antecedência, por exemplo, e vou usar um sapato aberto ou tenho alguma viagem. Também recorro principalmente a pedra pomes quando faço uma viagem muito longa de verão e sei que tem chances do meu pé não se manter lisinho durante toda a viagem… Aí la pelas tantas dou uma leve “polida”.

. Esfoliador elétrico
Uma espécie de lixa elétrica, é legal porque faz o mesmo trabalho da pedra pomes/lixa tradicional, mas reduz o risco de você exagerar no processo. O esfoliador elétrico é muito mais delicado e acabo usando mesmo fora da urgência, quando vejo que alguma área do pé esta mais seca precisando de um up. Passo por alguns minutos depois do banho e resolve.

Espero que minhas dicas ajudem quem está brigando com pés cascudos!”

Produtos:
. Gel Hidratante para os Pés Ureadin Podos – Isdin (aqui)
. Heel Chemistry – The Chemistry Brand (aqui)
. Creme para Pés 10% Ureia – Eucerin (aqui)
. Creme Repador Daily Repair – Footner (aqui)
. Esfoliante de Pedra Pomes – Granado (aqui)
. Meia Esfoliante – Footner (aqui)
. Heel Balm – Flexitol (aqui)
. Aparelho Esfoliador pedi Perfect – Amopé (aqui)
. Meia Esfoliante – Skinlite (aqui)
. Exfoliating Foot Mask – Look Beauty (aqui)
. Pedra Pomes – Ricca (aqui)
. Pumice – Muji (aqui)
. Meia hidratante de gel para calcanhares (aqui)
. Meia Palmilha Silicone Gel Ortopédica – Reflex (aqui)

{Fotos: reprodução Instagram @vicceridono| @hickduarte e Pexels Anna Shvets e cottonbro}