O poder da respiração sobre o nosso bem-estar

Aqui no Dia de Beauté a gente sempre fala da importância de fazer pausas e se reconectar consigo mesma, e uma das formas mais especiais de se fazer isso é através da respiração. Por isso, amei receber a Mariana Nahas (@mariananahas_) para falar um pouco mais sobre os pranayamas, exercícios respiratórios que ajudam a manter o equilíbrio entre corpo e mente.

A conversa foi linda e você pode assistir a ela completa aqui no IGTV – nos minutos 44 e 77 tem aulinha de respirações com finalidades diferentes que com certeza vão te ajudar a passar as semanas de quarentena com mais leveza. Mas foi tanto conhecimento bacana que a Mari passou que achei que seria legal destacar alguns deles aqui nesse post.

. De forma simplificada, “prana” é como os yogis chamam a energia vital. Ela permeia todo o universo e traz força à vida, aos órgãos e às células. Quanto mais presença dela no nosso corpo, melhor.

. Os pranayamas são exercícios respiratórios que ajudam a fortalecer essa energia dentro de nós criando harmonia entre corpo e mente. Quando você intenciona a sua forma de respirar, você consegue controlar a sua mente.

. A maioria das pessoas tentam se nutrir por coisas que vem de fora, relações, aprovação, então nossa mente está sempre em um sistema de escassez e separação. A respiração ajuda a nos nutrir por dentro, nutrindo a mente e a consciência.

. A jornada do despertar é individual e de cada um. É o caminho para o autoconhecimento e a evolução espiritual. E a respiração contribui muito.

. Fomos criados para ter picos de estresse como reação à certas coisas, mas não para se manter sempre nesse estado. Porém nos esquecemos de desacelerar.

. A respiração curta nos faz acionar o nosso sistema de estresse. Por isso é importante prestar atenção constante a ela e tentar regulá-la.

. Quando estamos em estado de relaxamento, a expiração é mais profunda que a inspiração. Porque nos sentimos completos e não ficamos buscando a força de fora.

. Uma das respirações principais é o nadi shodhana. Ela ajuda a equilibrar o nosso lado feminino (yin) com o masculino (yang), criando harmonia no nosso yin-yang.

. O yin está conectado com a água e a lua. é a nossa fluidez, nosso lado mais artístico, intuitivo.

. O yang é a energia do fogo, do sol, da construção, da ação.

. Em alguns momentos uma energia está mais forte em nós que a outra e o ideal é deixá-las equilibradas.

. A nadi shodhana deve ser feita durante 15 minutos por dia. Você coloca os dedos indicador e médio entre as sobrancelhas e usa o polegar e o anelar para tapar e abrir as narinas. Sente-se confortavelmente com a coluna ereta e feche os olhos antes de começar.

. Primeiro você inspira pela narina direita, depois solta pela esquerda e em seguida inspira por ela mesma. Expire e inspire pela direita e solte pela esquerda. E vá intercalando. No minuto 44 do IGTV a Mari explica melhor.

. A segunda respiração é perfeita para o momento pré-meditação ou para qualquer hora que você precisar relaxar. Lembra que expiração mais longa acalma? Faça: inspiração em 4 tempos, segure por 4 tempos e expire por 8 tempos. Fazer isso algumas vezes, mesmo que no meio do dia, ajuda demais em momentos de ansiedade.

Amamos a presença da Mari na Live e super recomendamos acompanhar o Instagram dela para mais momentos de reflexão e autoconhecimento @mariananahas_.

{Fotos: reproduçõão Instagram @mariananahas_ e Karolina Grabowska | Pexels}