Aromaterapia: os benefícios de incluir óleos essenciais no dia a dia

Você já ouviu falar em aromaterapia? É uma técnica natural que faz uso da energia e dos benefícios das ervas por meio de óleos essenciais para tratar questões físicas, emocionais e mentais. 

Na semana passada bati um papo muito gostoso com a Karla Lopes (@k.arlalopes), da Lunna Care, sobre o assunto. Aqui reunimos muitos dos conhecimentos que ela compartilhou com a gente, mas a conversa completa você pode assistir aqui no IGTV – vale demais o play! E no fim desse post tem uma colinha das principais propriedades dos óleos essenciais mais conhecidos. 

. Os óleos podem ser usados tanto na sua forma pura, quanto associados a outros elementos (água, cremes, shampoo, etc) para melhor eficácia. Depende do objetivo.

. Eles podem ser absorvidos tanto pelo olfato, quanto pela pele e por ingestão. A forma depende do objetivo do tratamento. O tratamento emocional costuma ser feito por meio de inalações e o tratamento do corpo físico por compressas e aplicações.

. Não é uma competição com outros remédios e outras terapias. A aromaterapia vem para somar em tratamentos e na busca pelo bem-estar.

. Alguns dos usos mais comum são: em associação a um difusor de aromas, por meio de compressas, durante o banho, através de massagens.

. Muitos especialistas criam produtos (usando as proporções corretas de diluição) para facilitar o uso no dia a dia: sprays para passar no travesseiro, velas aromáticas, óleo para massagem, creme de tratamento, perfumes…

. O difusor de aromas é um grande aliado – e pode influenciar tanto no corpo físico, quanto emocional. Existem tanto versões de difusores de ambiente para momentos de ritual, quanto colares que carregam o aroma com você o dia todo. 

. Quando a gente fala sobre consultar uma aromaterapeuta, não quer dizer que precisa agendar uma consulta médica. Normalmente, as lojas de produtos naturais que vendem esses óleos têm sempre alguém para auxiliar os clientes.

. Os óleos podem ser usados em associação (blends) a outros óleos que tenham energias afins. O melhor é consultar uma aromaterapeuta para fazer a melhor combinação.

. O ideal é focar em um blend ou óleo essencial por um período de tempo para focar na intenção do momento e garantir melhores resultados, principalmente para quem está começando no mundo da aromaterapia. 

. Muito importante pensar o momento de uso do óleo como um ritual. Dar uma pausa, olhar para si mesma. 

. Apesar de ser uma ciência natural, é preciso tomar alguns cuidados. Alguns óleos essenciais não podem ser usados durante tratamentos homeopáticos, quem tem certas condições de saúde precisa evitar determinados óleos que podem agravar a situação, grávidas também precisam de certos cuidados. Nesses casos, é melhor conversar com um aromaterapeuta para entender o que funciona melhor para você.

. Os óleos essenciais são super concentrados. Para se ter ideia, uma gotinha de óleo essencial equivale a cerca de 24 xícaras da planta. Por isso é preciso tomar cuidado com superdosagem, uma gota só basta por aplicação.

. Incluir chás e águas saborizadas na sua rotina são outras formas positivas de se absorver esses aromas e seus benefícios. 

. Também é legal pendurar ervas no chuveiro, onde bata a fumaça para ativar o aroma. O alecrim e a lavanda são ótimas companhias para um banho ainda mais prazerosos.

. O incenso defumador natural é outra forma poderosa de usar as ervas. É composto por ramos diversos de ervas amarrados com linha de algodão e pode ser usado até dez vezes – não queima de uma vez só como o de palitinho. A ideia é fazer uma pausa e se conectar com a energia da natureza enquanto usa a fumaça do incenso para defumar o ambiente mentalizando a intenção ligada ao poder das ervas escolhidas, como limpeza energética, o despertar do amor-próprio, entre outras. 

. Existe uma diversidade enorme de óleos essenciais, alguns dos mais utilizados e suas principais funções são: 

Gerânio: alívio de sintomas de menstruação e menopausa; auxílio em casos de depressão, perda, medo, luto; melhora a aparência da pele; estimula a circulação linfática.

Lavanda: reduz o estresse, melhora a qualidade do sono; cicatrizante e regenerador. 

Alecrim: ajuda a despertar, melhora a concentração e diminui a ansiedade; auxilia no crescimento capilar; estimula a circulação.Gengibre: promove a autoconfiança, melhora a concentração, aumenta a energia; anti-inflamatório e analgésico. 

Bergamota: melhora a autoconfiança e o otimismo; equilibra apetite; cicatrizante e anti-inflamatório.

Ylang Ylang: trabalha a autoestima; relaxa; melhora a libido; facilita a expressão da afetividade; alivia sintomas da menstruação e menopausa.

Laranja doce: reduz a ansiedade; ajuda a trazer mais animação a idosos melancólicos; fortalece a empatia; combate celulite e gordura localizada. 

Camomila: promove a serenidade e diminui a raiva; ajuda a desprender do passado; reduz inchaços, alergias e picadas.

Manjericão: estimula a criatividade e fortalece a concentração; ajuda em processos de bronquite, dores crônicas, tosse, sinusite; trata verrugas.

Tomilho: ajuda a liberar do medo; combate o esgotamento físico e emocional; repelente de insetos; combate micoses. 

Pinho: escancara suas emoções e trabalha crenças limitantes; ajuda a estar aberto para receber o amor em sua vida; combate asma, rinite, bronquite, pneumonia e resfriados.

Jasmin: elimina bloqueios emocionais e ajuda a combater distúrbios relacionados à sexualidade; estimula autoaceitação e combate a depressão.

Melaleuca: diminui manchas na pele e acne;  anti-fúngico e anti-inflamatório. 

Eucalipto: auxilia na assepsia de ambientes para quem tem problemas respiratórios; expectorante, combate asma, rinite, bronquite, pneumonia e resfriados; ajuda no foco e na autoconsciência.

Onde encontrar:
. Lunna Care (aqui)
. Oshadi (aqui)
. Harmonie Aromaterapia (aqui)
. By Samia (aqui)
. Perfumista Ana Paula Rizzo (aqui)
. Perfumista Palmira Margarida (aqui)

{Fotos: reprodução Instagram @k.arlalopes/ @lunna.care e Daria Shevtsova | Pexels}