Qualquer penteado fica muito mais rico quando enfeitado com presilhas. Elas não só trazem mais complexidade ao look, como ajudam personalizar ainda mais seu visual dentro do seu estilo, seja ele qual for – romântico, fofo, elegante, divertido, clássico, despojado…

O que não falta são opções! E o legal é que elas enfeitam o cabelo ao mesmo tempo em que ajudam a prender algumas mechas modelando o penteado. Aí cabe a você decidir o mood do dia, já que fica lindíssimo tanto colocar uma maiorzona sozinha estrategicamente quanto caprichar no presilhismo criando uma sequência de presilhas, sejam elas iguais ou diversas.

Na galeria abaixo você encontra inspirações maravilhosas de penteados com presilhas para aguçar a sua criatividade e no Pinterest fizemos esse board aqui com mais referências bafo. Mas antes aqui vão algumas dicas de lojas com presilhas lindas para todos os estilos que valem o investimento:

. Zizi Glow (aqui)
. Collo (aqui)
. Pinli (aqui)
. Alexandre de Paris (aqui)
. Neon Jungle Studio (aqui)
. Piuka (aqui)
. Escabelhuda (aqui)
. Can Can Acessórios (aqui)
. Renner (aqui)

{Fotos: reprodução Instagram}

Quer a gente goste ou não, a máscara se tornou um item fixo na nossa rotina atual. E não estamos falando de máscara de cílios ou de skincare, mas da máscara de proteção ao coronavírus mesmo. Cada cidade/país tem suas regras, e algumas pessoas estão circulando menos que outras, mas a verdade é que, seja usando o dia todo ou só de vez em quando, esse item passou a fazer parte das nossas vidas. E o que isso tem a ver com o Dia de Beauté?

Bem, é que a interação da máscara com a nossa pele tem criado necessidades específicas de skincare e maquiagem para esse momento. Enquanto algumas pessoas estão sentindo a pele apenas mais seca na região da boca, muita gente tem desenvolvido um problema um pouco mais sério que foi batizado de “mascne”, que é a acne provocada pelo uso constante da máscara.

Outro problema é em relação à maquiagem. Aqui em Londres, por exemplo, já está autorizado encontrar com os amigos e frequentar pubs, restaurantes e parques, mas no trajeto de metrô ou de uber é preciso usar máscara. Em outras cidades, o uso de máscara nas ruas é obrigatório, mas dentro de estabelecimentos e lugares privados, não. Então fica aquela dúvida de como se maquiar de forma que não saia tudo na máscara ou borre com o tira / põe, quais são as melhores maquiagens para fazer (já dá para imaginar que envolve destacar os olhos, né?) e dicas para retocar ao longo do dia.

Nesse vídeo compartilho o que tenho aprendido com minhas experiências nessa interação máscara de proteção + maquiagem / skincare.

Confesso que não ando tão inspirada para me maquiar ultimamente, sigo assimilando tudo que está acontecendo, então tenho apostado naquela minha maquiagem queridinha de sempre (que já ensinei aqui para vocês e aqui com produtos mais acessíveis ou fáceis de achar no Brasil), com algumas adaptações. Em resumo: sigo passando protetor no rosto todo e depois venho com uma base cushion ou BB cream para uniformizar o tom da pele e disfarçar manchinhas aparentes – mas tudo usando bem pouco produto, mais do que nunca a maquiagem da pele precisa ser levinha. Pense que quanto mais produto você tiver no rosto, mais vai sair na máscara!

Aí percebi que é bom ter sempre na bolsa algo para retocar a pele na região da máscara e meu companheirão tem sido o Studio Fix, da MAC, que é uma base em pó que uniformiza a cor da pele e tira o brilho. Qualquer produto nesse formato achatadinho é uma boa aposta para essa missão, mas amo esse em especial por dar mais cobertura que um pó comum. Também ando sempre com um lip balm com cor para usar tanto na boca, realçando e hidratando, quanto nas bochechas para dar uma animada quando o blush vai embora. Vez ou outra levo também um blush cremoso em bastão.

Lábios são um caso à parte – qualquer coisa muito glossy gruda na máscara, e batons coloridos emocionantes podem borrar, então tenho ficado nos lip balms do tipo mais durinhos, normalmente os de bastão, que ficam menos cremosos na boca – vou linkar lá embaixo os que tenho usado! Também sigo usando sempre o lápis Everlasting cor 417, da Kiko, que deixa aquela cor rosinha pálida que eu amo e, por ser sequinho, não transfere quase nada.

O destaque vai todo para o olho, que é o que a máscara está deixando brilhar mesmo. Ótimo para quem está empolgada com esse movimento de fazer makes bem emocionados no olho, super criativos, como esses que compartilhamos aqui e no nosso Instagram sempre. Já eu, que ando mais desanimada, tenho focado em pentear bem as sobrancelhas e preencher com lápis para realçá-las mais e também tenho caprichado no rímel. Nesse post aqui tem várias opções bem tecnológicas para cílios wow, e no vídeo eu mostro mais alguns lançamentos bafo que recebi nas últimas semanas!

Agora, voltando para o skincare, o que tenho feito além de caprichar na minha rotina normal é usar produto com ácido salicílico só na região onde a máscara vai, para ajudar a prevenir a temida mascne, já que ele faz uma esfoliação suave na pele eliminando células mortas e também dá uma aliviada na acne que já surgiu. Lembrando que, se você usa máscara reutilizável, é importante todos os dias para evitar acúmulo de bactérias e outros microorganismos que podem infeccionar a pele, assim como caprichar na limpeza da pele à noite e investir em produtos que fortalecem a barreira cutânea para compensar esse abafamento causado pelas máscaras.

E um toque final: se você já desenvolveu mascne e está com a pele bem irritada, é muito importante ir ao dermatologista olhar. Além da acne da mulher adulta, a mascne também pode ser resultado de uma dermatite que precisa de cuidados específicos. Logo mais entra um post focado nesse tema, fiquem de olho!

Produtos:
. Máscaras Mask Up e Nars (aqui)
. Base em pó Studio Fix cor C2 – MAC (aqui)
. 24k Lip Therapy – Elaluz (aqui)
. Protetor labial Pérola Shine – Nivea (aqui)
. Baume de Soin – Hermès (aqui)
. Lápis Everlasting cor 417 – Kiko Milano (aqui)
. The Lip Volumizer – La Mer (aqui)
. Climax Extreme – Nars (aqui)
. Diorshow Iconic Overcurl – Dior (aqui) (esse é a versão antiga, mas assim que chegar no Brasil trocamos pelo novo link)
. Pillow Talk Push Up Lashes – Charlotte Tilbury (aqui)
. Sérum Normaderm Phytosolution – Vichy (aqui)
. Anti Blemish Serum – Lernberger Stafsing (aqui)
. EradiKate Blemish Treatment – Kate Somerville (aqui)
. Drying Lotion – Mario Badescu (aqui)

Usando:
Esmalte Monochrome – Chanel
Piercings de sempre Pulseira Marina Vicintin
Blusa Framed

Quando falamos em skincare, poucos ingredientes são tão queridos e unânimes entre os dermatologistas e usuárias quanto a vitamina C. Versátil, poderosa e com inúmeros estudos comprovando sua eficácia, ela é considerada “padrão ouro” em um regime de cuidados com a pele. Ou seja: se você não sabe muito bem o que usar, mas quer um produto que entrega resultados e deixa sua pele mara, ela é uma super aliada, independente do seu tipo de pele e da sua idade.

Poderoso antioxidante, a vitamina C combate a ação dos radicais livres, causados pelo sol, poluição, estresse, e má alimentação – os tais radicais livres oxidam as células da pele, o que acelera seu processo natural de envelhecimento.

Além de combater a oxidação, ela também é chave no clareamento de manchas e na uniformização do tom da pele, pois inibe a produção desordenada de melanina, além de dar uma “mãozinha” no trabalho do protetor solar na proteção contra raios UV. Outro trunfo da Vitamina C é estimular a produção de colágeno, promovendo uma maior firmeza e elasticidade da pele e, consequentemente, ajudando a reduzir e prevenir linhas finas e rugas.

Claro que a aparição de ruguinhas, flacidez e manchinhas é inevitável com o passar do tempo, mas sem dúvidas podemos retardar e suavizar cuidando adequadamente da pele – o uso diário da Vitamina C contribui tanto para reverter questões já existentes quanto para proteger a pele evitando que elas evoluam, além de trabalhar na aparência geral da pele garantido luminosidade e viço.

Apesar de tantas maravilhas, foram precisos anos de desenvolvimento na tecnologia para que as marcas conseguissem formular produtos com boa concentração desse ativo maravilhoso e que fossem estáveis, uma vez que ele oxida com facilidade e perde a eficácia – mas o investimento em pesquisa e tecnologias relacionadas a skincare rendeu e, atualmente, existe uma variedade incrível de produtos no mercado. Aqui vão alguns que valem o investimento:

Vitamina C:
. Fresh Pressed Booster Diário – Clinique (aqui)
É um booster de vitamina C em forma de pó para ser misturado ao seu hidratante diário. Tem uma embalagem tecnológica que garante a ativação do ingrediente apenas na hora de usar, garantindo sua melhor potência por uma semana. São 4 frascos para serem usados durante 28 dias. Perfeito para aquelas semanas mais puxadas porque recupera a vitalidade da pele rapidamente.

. Sérum Anti-Idade Salicyli C10 – La Roche-Posay (aqui)
Maravilhoso porque mescla a vitamina C com ácido salicílico e ácido hialurônico, potencializando a renovação celular e a redução de linhas finas e rugas, em uma textura bem levinha. É indicado inclusive para peles sensíveis, pois conta também com ativos calmantes, como água termal e neurosensine.

. Derma Complex Concentrado de Vitamina C 20 – Adcos (aqui)
Esse sérum concentradíssimo combina 8 ativos antioxidantes, como ácido ferúlico e phloretin, para garantir máxima ação rejuvenescedora. Ele conta com 3 tipos diferentes de vitamina C (sendo 12% pura) que, unidos, fortalecem a eficácia da fórmula.

. Serum 10 – Skinceuticals (aqui)
Contém 10% de vitamina C pura combinado com 0,2% ácido ferúlico, que neutraliza radicais livres e estabiliza a vitamina C. É indicado para peles mistas e oleosas. Além dele, a Skinceuticals tem também o sérum C E Ferulic, indicado para peles secas a sensíveis, e o Phloretin CF, para peles hiperpigmentadas e flácidas. Escolha de acordo com sua necessidade!

. Sérum Liftactiv AOX Concentrate – Vichy (aqui)
Mais uma boa aposta para quem busca um sérum do tipo cuidado global, que alia a vitamina C a outros ativos. Indicado para todos os tipos de pele, une 15% de vitamina C pura com extrato de pinus pinaster, neohesperidina e ácido hialurônico, para maior ação rejuvenescedora.

. Óleo Facial De Vitamin C Com Rosas e Esqualano – Biossance (aqui)
Diferente da maioria dos produtos com vitamina C, em formato sérum, esse aqui é um óleo, escolha perfeita para quem é fã da textura – também leva óleo de rosas e esqualano. Além de ser um bom aliado para fazer uma massagem facial no capricho, pode ser misturado na base para um make bem radiante.

. C-Supérieur Antioxidante – Roc (aqui)
Esse é uma versão para a área dos olhos! Um creme bem levinho que suaviza bolsas, olheiras e linhas finas e dá um boost na circulação, promovendo uma aparência mais descansada.

. Euryale C – TheraSkin (aqui)
Combina 10% de vitamina C estabilizada com vitamina E, ácido hialurônico e topicaroteno. Tem ação antibrilho e deixa um toque aveludado, sendo indicado até mesmo para peles acneicas.

{Lembrando que os posts de #rotinaDDB não são publi, e que é sempre importante consultar um dermatologista}.

{Ilustração: @brunaillustrations para @diadebeaute}.

Oi pessoal, aqui é a Clara, editora do DDB! Estou aqui para compartilhar um truque para passar protetor solar com cor sem ficar com aspecto manchado – pode parecer exagero, mas mudou minha vida descobrir esse segredinho e a Vic pediu para transformar num post! Tem também um IGTV aqui onde mostro o passo a passo.

Isso tudo porque minha dermatologista me recomendou usar protetor com cor e eu fiquei em pânico – na época que testei esse tipo de produto para fazer esse post aqui, não me adaptei muito bem… Fiquei incomodada com duas coisas: me sentia maquiada – não gosto disso no dia a dia – e quase sempre ficava com a cara toda manchada depois de aplicar.

Tentei conversar com várias amigas, e até com a Vic, e ninguém soube me dar uma solução para deixar o aspecto mais uniforme e natural. Até que finalmente decidi perguntar diretamente para a minha dermato e ela veio com uma solução mágica que resolveu todos os meus problemas.

Mas, antes de revelar o truque, deixa eu explicar o motivo de o protetor solar com cor ser importante no dia a dia. Enquanto o protetor normal, aquele branquinho que fica transparente quando espalha, oferece apenas uma proteção química contra raios UVA/UVB, o protetor solar com cor também garante uma barreira física que protege também contra a luz visível proveniente tanto do sol, quanto de lâmpadas artificiais e telas, como celular, TV e computador. Existem alguns cremes e protetores sem cor que vêm contam com tecnologia especial para barrar a luz visível, mas com os protetores com cor isso sempre é garantido.

Essa luz visível atinge as camadas intermediárias da pele e é responsável, principalmente, pela produção exarcebada de melanina que costuma ocasionar os melasmas. Ou seja, para combater com eficácia o fotoenvelhecimento da pele o ideal é contar também com essa barreira física de cor, inclusive para as pessoas que, como eu, trabalham de casa e têm pouca exposição solar no dia a dia.

Eu tinha a ilusão que, por fazer home office, só precisava usar protetor solar nos dias que fosse para ambientes abertos ou fosse curtir o sol na piscina/praia. Conclusão: fui surpreendida por dois melasmas que me chatearam muito, mesmo sendo uma pessoa que se expõe muito pouco ao sol, justamente por estar sempre com a cara enfurnada no computador e no celular sem a proteção adequada.

A boa notícia é que fiz um tratamento para melasma e eles sumiram – lembrando sempre que o melasma nunca vai embora de vez, ele apenas clareia e, se não cuidar direito, pode voltar com força total -, mas a má notícia é que passei uns bons seis meses toda borrada e desconfortável com o uso do protetor solar com cor. Até que, tcharaaam, minha dermato veio com a solução que finalmente vou revelar para vocês e é bem simples!

A dica dela para deixar o protetor solar com cor mais uniforme é usar um pincel kabuki reto para a aplicação. Eu coloco uma gotinha no dorso da mão, molho o pincel, e aplico em movimentos circulares leves pelo rosto. Vou de área em área, primeiro ao redor da boca, depois em uma bochecha, na outra e finalmente na testa e no nariz. Mostro o passo a passo aqui nesse IGTV para quem quiser visualizar melhor.

Em alguns dias, tenho um pouco de dificuldade para deixar o aspecto natural ao redor da sobrancelha, aí uso um pincel duo fiber gordinho para fazer esse ajuste final só nessa região dando uma esfumada. Lembrando que, se a pele não está bem hidratada, pode acumular produto nas partes ressecadas, como acontece com qualquer produto de cor cremoso. Mais um motivo para manter a hidratação sempre em dia!

Lembrando que essa é uma dica para a cor ficar uniforme, sem manchas de produto. Quem quiser esconder melasma, espinhas, olheira e afins precisa esfumar corretivo nessas áreas ou até mesmo fazer a maquiagem completa por cima, dependendo da sua intenção. Para a exposição ao sol, o ideal é passar uma camada de protetor sem cor sequinho antes para garantir melhor proteção.

Anota aí: meu protetor solar atual é o Fluid Tonalizante FPS 40 cor Peach, da Adcos, e o pincel que me salvou é o Kabuki Reto da The Beauty Box. Recomendo os dois! Mas aqui vão outras boas opções para quem se interessar:

Pincel Kabuki:
. Kabuki Reto – The Beauty Box (aqui)
. Custom Coverage Buffing – Ecotools (aqui)
. Pincel para Base – Saad by Océane (aqui)

Protetor Solar Com Cor
. Filtro Solar Fluid Tonalizante FPS 40 cor Peach – Adcos (aqui) Disponível em 7 cores
. Anthelios Airlicium Fps70 – La Roche-Posay (aqui) Disponível em 4 cores
. Solar Expertise Toque Limpo FPS 70 com cor – L’Oréal Paris (aqui)

Na semana passada, tivemos o prazer de anunciar no @diadebeaute a chegada da GE Beauty, nova marca de produtos de cabelo idealizada pela minha grande amiga e empreendedora musa Camila Coutinho. O lançamento oficial acontece hoje e, para comemorar, a Cami conversou com exclusividade com o DDB contando tudo sobre essa nova (e empolgante!) empreitada.

A entrevista vocês conferem mais abaixo, mas antes vamos fazer um recap para quem ainda não leu nada sobre a GE Beauty – são produtos para o cabelo com um conceito todo especial de customização das fórmula + ativos de alta performance, para que cada pessoa crie suas próprias combinações de acordo com a sua necessidade, interesse e vontade de cada dia. Não é a toa que o slogan (muito bem) escolhido foi “No seu tempo, do seu jeito”.

A marca chega com uma linha única composta por 7 produtos que, combinados entre si, possibilitam diferentes ações e benefícios. Todos são testados dermatologicamente, veganos, cruelty free e com conservantes de origem natural. Tudo desenvolvido após muitos testes de performance e uma busca intensa por ativos e ingredientes puros e poderosos.

São eles: Shampoo Neutro, Máscara Condicionadora, Finalizador Leave-in e quatro Boosters – Definição, Fortificante, Hidratante e Antioxidante. Os preços vão de R$ 49,90 a R$ 62 e estarão todos à venda on-line pelo site gebeauty.com.br.

A ideia da marca, além de cuidar de todos os tipos de cabelo, é estimular as pessoas a valorizarem os minutos do banho como um momento de pausa e conexão pessoal, ajudando a transformar esse hábito que é tão automático para alguns em um instante único e ainda mais particular – nem preciso dizer que amo esse conceito, já que sempre considerei o banho um momento precioso para incluir uma versão express e diária do nosso Dia de Beauté na nossa rotina. “O banho é um dos únicos momentos do dia em que ficamos offline. A água limpa, purifica e relaxa. Merecemos esse tempo a sós conosco”, analisa Cami.

Agora vocês conferem nosso papo exclusivo com a CEO da GE Beauty – e amanhã, às 14h (horário do Brasil), eu e Cami faremos uma live no meu Instagram @vicceridono para falar ainda mais sobre essa novidade, mergulhar nas fórmulas, ingredientes e tudo mais. Separe suas dúvidas!

Por que a escolha em investir em uma linha de cabelos e não skincare, que está bombando, ou maquiagem, que costuma sempre fazer sucesso?

Tem uma explicação meio engraçada para isso. A gente brinca que esse projeto foi do limão à limonada, porque o estalo veio de um plágio. Eu fui plagiada, uma marca criou um shampoo chamado Garota Estúpida e, obviamente, a gente conseguiu tirar do mercado super rápido e tudo, mas aí eu percebi que era uma oportunidade de mercado investir no ramo de beleza – que eu sempre gostei como consumidora e já tive várias parcerias, apesar de não ser uma guru de beleza, não faço tutoriais, etc, mas é um assunto que eu sempre gostei muito.

Aí começamos a fazer pesquisas e ficamos entre maquiagem e cabelo, mas chegamos a conclusão que não tinha muita coisa de cabelo, principalmente nesse nicho que a gente está trabalhando, o masstige, que é entre o shampoo de salão, mais prestígio, e o shampoo mais popular de supermercado e farmácia. E com esse posicionamento de uma estética mais natural, que já tem um pouco em beleza, principalmente fora do Brasil, e também considerando que cabelo é uma parte do corpo que as brasileiras cuidam muito e são muito vaidosas – e eu AMO também!

Você sempre teve muito cuidado com o seu cabelo ou foi algo que você foi aperfeiçoando a medida que foi ficando mais expert em beleza?

Eu sou uma pessoa muito prática, então todas as minhas coisas de cuidados são mais para o lado da praticidade, mas eu também gosto muito dessa coisa do ritual, sempre gostei. Ou é uma coisa muito prática ou é uma coisa que eu paro para degustar o momento, tipo vela, fazer máscara, etc. Uma coisa que fica aí nos dois pontos é que eu não gosto de ter obrigações. Eu não gosto de, tipo, você tem que pintar o cabelo, não pode ficar branco, você tem que fazer a sobrancelha. Eu nunca fui assim para nada, faço as coisas no meu tempo. Sou vaidosa, mas não deixo a vaidade me dominar. Encaro assim tudo, cuidado com o cabelo, pele, maquiagem. Sempre fui interessada, mas nessa pegada assim mais de boa.

Como costuma ser sua rotina capilar? Segue algum cronograma ou vai sentindo as necessidades do cabelo com o tempo?

Não tenho muito essa coisa de vou cortar de tanto em tanto tempo. Eu vou sentindo o meu cabelo. Tem dias que eu estou com mais tempo e quero fazer uma hidratação mais power, um tratamento mais power. Mas quando encontro um shampoo que eu gosto, eu fico nele. Também gosto de testar, e nunca tive preconceito com coisas mais caras o mais baratas. Porém quando eu comecei a entrar nesse negócio e a entender mais sobre ingredientes, sobre a importância de usar produtos clean e o que isso faz de bem para o cabelo, comecei a ficar mais seletiva.

Mas eu sou muito assim, gosto de cuidar, gosto de hidratar sempre que eu posso… Amo leave-in, amo, amo, amo! Amo finalizadores. Nos últimos tempos tenho gostado muito do meu cabelo natural. Eu passei 3 meses sem usar secador na quarentena e foi muito legal, porque antes eu achava que para modelar o meu cabelo eu tinha que secar, secar franja, tipo… Não, agora eu lavo, deixo meu cabelo secar normal e, quando eu quero, faço um babyliss assim por cima. Eu amo a textura dele mais natural, então gosto muito de finalizadores. O nosso óleo, o nosso booster de hidratação e de definição, também dá para usar como finalizador, eu gosto muito.

A linha tem 7 produtos para o cliente combinar de acordo com as necessidades e desejos. Vai ter algum tipo de manual ou material de apoio virtual para ajudar as pessoas a fazer esse mix de fórmulas?

Sim, material de apoio vai. Essa é uma das grandes razões de começarmos a venda só no nosso site, porque queremos fazer esse crescimento com calma e também apresentar esse produto para o cliente com a calma que tem que ser. A gente sabe que é uma dinâmica diferente, apesar de a tendência da customização já estar chegando aí bem forte, para cabelo dessa maneira que estamos apresentando ainda não tem. Existem uns shampoos que são customizados, mas já vêm prontos.

Queremos que a nossa consumidora deguste o aprendizado disso. Temos falado muito sobre autoconhecimento – uma palavra que está default nos discursos, e que é muito importante que se fale, mas o autoconhecimento só vem quando você presta atenção. Então queremos que a pessoa realmente entenda, pare para prestar atenção em como funciona, no que o cabelo dela está pedindo naquele dia, tenha esse momento de calma… Claro que a gente vai ter o modo de uso nas embalagens e no site, em todas as redes sociais.

Não é tão complicado assim. É mais uma questão da pessoa saber e sentir o cabelo dela. E aí com a mesma linha ela vai ter vários shampoos em um só, vários produtos em um só, porque ela vai fazendo as misturas de acordo com o clima em que está, de acordo com a época. As vezes a gente está um pouco mais ansiosa e o couro cabeludo fica um pouco mais oleoso, por exemplo. Tem essas mudanças, não é sempre o mesmo cabelo, então a nossa linha vai servir para vários momentos.

De onde veio a ideia de fazer esse sistema customizável? Era algo que você sentia falta pessoalmente?

É uma tendência de mercado super forte, tanto de skincare, quanto de cabelo também, mas veio das nossas pesquisas. A gente não queria um produto que dá os problemas primeiro, como o mercado está acostumado a fazer. Seu cabelo está com muito volume, seu cabelo está com muito frizz… Tipo, ele te cria um problema para que você precise do produto para resolver, e a gente não queria isso. A gente quer que as pessoas digam o que elas querem melhorar nos seus cabelos.

Queremos estimular as pessoas a descobrir um cabelo natural e a ficar menos aprisionados, porque vimos nas pesquisas que as mulheres só acumulam funções e, além de tudo que estão fazendo, ainda se sentem na obrigação das coisas. Na obrigação de fazer a unha toda semana, de pintar o cabelo sempre e por aí vai. E não é que temos mais tempo, o tempo só fica mais escasso. Então a gente queria simplificar nesse sentido de não criar um problema e você ir fazendo da maneira que quiser.

Quem são as empreendedoras que te inspiram?

Eu adoro a Chiara e a Emily Weiss, da Glossier. A Emily é um exemplo que todo mundo adora, porque ela sempre foi uma blogueira de beleza mais nicho e conseguiu criar uma marca que é bem maior que ela. Acho super interessante a maneira que ela criou uma comunidade e fez um produto muito original com um posicionamento muito original.

Há quanto tempo esse projeto vem sendo tocado?

Há 2 anos mais ou menos, um pouco mais talvez. Que foi desde o tempo que aconteceu a história do plágio e eu decidi que esse seria um projeto que eu abraçaria até agora.

O nome é GE Beauty. Podemos dizer que mais para frente vocês vão apostar em outros segmentos da beleza ou foco vai ser sempre cabelos?

Nosso foco agora, sem dúvida, é 100% em cabelo, mas nada impede que no futuro a gente lance outros produtos de beleza. Porém, no momento, nosso foco é total em hair care.

Cuidamos com muito carinho do Instagram do DDB para mantê-lo sempre recheado com inspirações de cabelo, nail art e maquiagem – e é uma delícia ver a participação de vocês nos comentários!

Francesinha reinventada, olhos glamourosos e ousadia para todas as idades foram algumas das referências mais curtidas no mês passado. Confira na galeria abaixo as 10 fotos mais curtidas do mês de agosto para guardar na pastinha de inspirações!

{Foto: reprodução Instagram @patrickta/ @lilireinhart, @tiffanyabbigailebeauty, @dmv.makeup rtistry/ @remiclaire, @amberjhnails, @taniellejaimua / @nataliesole, @drewbarrymore, @camila coutinho/ @iude/ @leoalmeidamk, @barbararabelo_, @makeupbylousims e @hungvanngo/ @josephine_letutour/ @cashlawlesshair}

A rotina de skincare se tornou oficialmente o momento do dia favorito para muitas pessoas. Além de ser o caminho para conquistar uma pele linda e saudável, é também um momento de pausa programada na correria cotidiana para se conectar consigo mesma – o que a gente sempre chamou por aqui de… “fazer um pequeno Dia de Beauté”. E se já é uma delícia limpar a sua pele e passar os seus creminhos normalmente, tudo fica ainda mais gostoso ao incorporar alguns gadgets desenvolvidos especialmente para cuidar da sua pele, potencializar os produtos e enriquecer esses instantes de autocuidado.

9 em cada 10 amantes de skincare já tem ou sonha em ter uma esponja facial elétrica (minha favorita é a Foreo, que uso há anos). Com seus filamentos macios e vibrações em diversas velocidades, elas promovem uma limpeza mais profunda da pele e ajudam a prevenir o surgimento de cravos e espinhas. As pulsações sônicas também realizam uma massagem facial maravilhosa – tanto durante a limpeza, quanto em modos específicos pensados para cada área do seu rosto. E o mais legal é que tudo isso é controlado com o auxílio de aplicativo dependendo das suas necessidades do dia.

Aliás, dá para ir muito além quando o assunto é aparelhos de massagem. Começando pelo mais simples e antigo de todos, o Gua Sha, que é uma pedra lisa de quartzo ou jade em um formato de meia-lua usada para tonificar o rosto. A técnica milenar chinesa consiste em uma espécie de raspagem massageadora que reduz o inchaço, modela o rosto, ativa a circulação sanguínea e aumenta o viço, entre outros benefícios.

Outro queridinho de origem chinesa é o jade roller, que parece um rolo de pintura, mas feito de pedra para massagear a pele. Também é excelente para reduzir inchaço e estimular a circulação sanguínea, além de ajudar na penetração de produtos. Existe também os massageadores elétricos, que promovem esses mesmos benefícios, porém com pulsações – alguns são específicos para a região dos olhos, que costuma inchar mais.

As máscaras térmicas também são uma maravilha. Elas podem ser usadas tanto aquecidas quanto geladas. Quando quentinhas, ativam a circulação sanguínea e ajudam a suavizar sinais de cansaço, enquanto frias servem para reduzir inchaço e acalmar a pele, principalmente após longa exposição solar.

E você, tem um gadget favorito? Conta pra a gente nos comentários!

Gadgets:
. Roller Facial Quartzo Verde – Sephora Collection (aqui)
. Jade Roller – Ecotools (aqui)
. Hot & Cold Gel Face Mask – Océane (aqui)
. Rose Quartz Gua Sha Set – Océane (aqui)
. Esponja Facial Octopus – Océane (aqui)
. Quartzo Rosa Roller – Elemento Mineral (aqui)
. Gua Sha Fluorita Roxa Massageador Facial – Elemento Mineral (aqui)
. Aparelho de Limpeza Facial Alfa Relax Beauty – Avon (aqui)
. Massageador para os Olhos – Avon (aqui)
. Aparelho limpeza Luna 3 – Foreo (aqui)
. Aparelho Massageador para os Olhos IRIS – Foreo (aqui)
. Kit Skin Glow Rose Quartz – Blink Lab (aqui)

{Fotos: Vic Ceridono, Anna Shvets/ Pexels e divulgação Océane}

Se tivéssemos que eleger o tipo mais clássico de nail art de todos os tempos, com certeza a unha francesinha seria a eleita. Independentemente do seu estilo, todo mundo que curte enfeitar as unhas já se jogou em algum momento na técnica criada em 1927, que se baseia em pontinhas brancas sobre o esmalte rosado ou base transparente.

Oficialmente, tudo começou com o empresário e esteticista polonês Max Factor, queridinho das estrelas de cinema no início do século XX. Em 1927, ele criou um creme rosado, o Society Nail Tint, para ser usado sobre as unhas e um líquido esbranquiçado, Society Nail White, para ser usado apenas nas pontas. Mas o responsável pelo nome “french manicure” (traduzido para francesinha em português) foi outro maquiador hollywoodiano, o americano Jeff Pink.

Nos anos 1970, um diretor de cinema pediu por um esmalte neutro que combinasse com todas as roupas das atrizes nos filmes – naquela época, as cores disponíveis eram vermelhos, marrons e liláses. E assim ele surgiu com a ideia do esmalte branco na ponta da unha rosada ou bege. Um tempo depois ele começou a vender kits com esses tons esmalte com o nome francesinha na sua marca Orly.

Ele conta que a ideia do nome veio após ser convidado a aplicar a técnica nos desfiles de Paris, mas reza a lenda que a inspiração para o estilo – tanto no caso de Jeff quanto de Max –, no entanto, foram as prostitutas francesas do século XX. A ponta branquinha foi a forma que elas encontraram para esconder a sujeira das unhas, já que as condições de higiene da época eram bem precárias. Por um tempo na França, as unhas estilizadas dessa forma eram inclusive uma maneira de diferenciar as burguesas das cortesãs.

História e lendas à parte, o fato é que a unha francesinha por muito tempo dominou as mãos das estrelas de cinema e acabou caindo também no gosto do público. De lá para cá, o branquinho nas pontas nunca saiu de moda, mas a francesinha também foi ganhando novas cores e se personalizando de outras formas.

Francesinha dupla, vazada, degradê, colorida, angulada, reta… São muitas e cada vez mais as variedades de francesinha. A criatividade das nail artists parece não ter limites nem na hora de personalizar essa técnica clássica – e nós amamos isso. Então caprichamos na galeria abaixo para inspirar ainda mais quem ama personalizar a ponta das unhas e tem também esse board aqui do Pinterest para quem quer ir além.

{Fotos: reprodução Instagram}